quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

(...)


Não vou te machucar.
Você não tem culpa por eu ser assim...
Tão atrapalhada,
Tão indecisa...
Que chega a ser egoísta.
Não...Dessa vez, eu não vou fazer...
Até porque você não tem nada a ver com as minhas feridas...
Aliás, você só veio para me dar carinho e me fazer sorrir.
E só se eu for extremamente boba que não vou aceitar
E ainda por cima deixar marcas em ti...


Postado por Ane Talita às 4:20 PM |



 
quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Despedida


A verdade é que ele já havia ido embora faz tempo. Não sei porque o espanto agora. O oceano apenas oficializou o que já era certo.
Nem um aviso. Nem um telefonema, ou qualquer outra droga tecnológica, que evita os contatos téte a téte.
Medroso. Isso que ele é. Mentiroso. Isso que ele foi. Bobinha, fui eu, que acreditei.
Despistar. Desde o começo foi assim. De ambas as partes. Brincando de gato e rato, os meses iam passando e essa hora ia chegar.
Mas e a ilha que íamos desbravar? As festas que íamos aproveitar? As risadas à dar?
Sinceramente não sei o que me deixa puta. Não é o fato da sua ausência, pois nunca tive sua presença...Mas o fato de nem dar tchau deve significar alguma coisa...Mas fique tranquilo, a delicadeza está acima de tudo, não vou te rogar pragas...Até porque muita coisa acontece nas ausências, na tua ausência...Um outro alguém chega e te mostra o quanto melhor e mais complexas as coisas podem ser.
Boa viagem.


Postado por Ane Talita às 8:53 AM |



 
domingo, 10 de fevereiro de 2008

Uai,sô! Deixa eu ficar um cadim mais...



Não gosto muito de ficar postando como foi o meu dia, o que fiz ou deixei de fazer...Mas essa viagem foi tão especial que merece pelo menos uma notinha...

Fui passar o carnaval em Ouro Preto, na casa de uma amiga mais que querida, que está fazendo cênicas na UFOP.

Confesso que o carnaval em si me decepcionou, eu imaginava que seria uma coisa mais regional, com marchinhas, maracatu, essas coisas...e não um monte de babacas bêbados logo de manhã, achando que estão abafando e moçoilas dançando o créu freneticamente ladeira acima...Minha sorte é que tinha o Projeto Candongueiros, com música da boa numa das praças da cidade...Me acabei nos quatro dias de folia, e até fui escolhida para puxar a ciranda, nessas horas fazer amizade com o pessoal ajuda...

Que cidade linda que é Ouro Preto, cheia de história, de arte...Aprendi mais sobre o período da mineração e sobre a Inconfidência mineira nesses dias do que em anos de escola...Lá você vê os lugares e entende melhor como tudo se deu...

E as pessoas? Nossa, como conheci gente bacana nesses dias! Assim que você chega, eles já fazem a gente se sentir em casa...Mano Manara, Mano Gabriel, Mana Rê, Mana Thaty...são tantos hermanos e hermanas...Já estou com saudades...

Uma semana foi pouco...Mas todo carnaval tem seu fim!


"Eu queria que essa fantasia fosse eterna, quem sabe um dia a paz vence a guerra..."


Postado por Ane Talita às 11:48 AM |



perfil
Ane Talita,21 anos,futura cientista social,possui síndrome de Peter Pan,gosta da calma da praia,mas também gosta da cidade,gosta de sol,mas também gosta de chuva,se dá o direito de gostar de coisas contraditórias.Acredita que o mundo pode ser um lugar melhor e está fazendo a sua parte!


about
Penso com a pele. E uma vez que cansei de opor a razão a tudo, me falta o por quê do cerébro.


posts anteriores
Só um minutinho...
o que será que me dá?
Fechado.
Na sopa
?
morada.
(!)
!
mini-conto, 2 anos entre outras coisas
A primeira hora de 2009


arquivos
Janeiro 2007 Fevereiro 2007 Março 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Novembro 2008 Dezembro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Maio 2009 Julho 2009 Agosto 2009 Outubro 2009 Novembro 2009


outras estações
A Bailarina
Ácido Poético
Aruayê
A vida é cor de rosa
Baba Cósmika
Benjamin, Brecht e Antropologia Blônicas
Casa & Coisas & Tal
Chá de Tharântulas
Contos da Camaleoa
Conversa de Terapeuta
Despojo
Devaneios e Loucuras
Diz,Aline!
Do amor, Laico impropério
(Doenças)Crônicas
Drapetomania
Essência no Ar
Fina Flor
Fragmentos de Jô
Guria
Heteroglossias
Hialoplasma
Infinito Particular
Li du Surf
Mothel
Namastê
Nosensosociais
Nuvens no Varal
O Insólito Ululante
Pagina a Dois
Posta Restante
Relatos de Uma Guerra Pessoal
Sabe de uma coisa?
Surto Psicossomático
O Vestido Estampado
Xexelento's


"profissas"
Andréa Del Fuego
Antonio Prata
Bianca Rosolem
Bruna Beber
Cecília Giannetti
Clara Averbuck
Cléo Araújo
Índigo
Ivana Arruda Leite
João Paulo Cuenca
Marcelino Freire
Marcelo Montenegro
Mário Bortolotto
Mônica Montone
Rosana Hermann
Santiago Nazarian
Tati Bernardi
Xico Sá


design
Layout por Helô Moreira