quinta-feira, 31 de janeiro de 2008


Quero escrever sobre outra coisa que não seja você.
Passo perfume, penteio os cabelos e sento.
Penso, penso, penso.
E só me vem teu sorriso, teu cheiro, teu beijo.
E depois vem a raiva.
Raiva por você não estar aqui, por ter medo de mim e depois vir me pedir para não desistir.
3 meses.
Já te sinto aqui dentro. Estou grávida de ti. Do teu rosto. Desejos já tenho. Enjôos também.
Só torço para que quando você resolver falar, eu ainda não tenho dado à luz e liberado para o mundo minha ânsia de você.


PS: Queridos, aproveitem o carnaval! Ficarei uns diazinhos fora, vou aproveitar em Ouro Preto! Cuidem das plantas para mim, ok? E não esqueçam um restinho de juízo nos dias de folia!


Postado por Ane Talita às 8:17 AM |



 
quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

A coisa certa a fazer


Elisa chegou no café, sentou-se e ajeitou os cabelos enquanto o garçom vinha tirar o pedido. "O de sempre". Era uma tarde especial. Acabara de terminar um namoro de 11 meses e estava aliviada por isso, não sabia o por quê. Mas sabia que era a coisa certa a fazer. Por ela e por ele.
Olhando o movimento na entrada do parque em frente ao café, lembrava-se perfeitamente das tardes de sol que ali passaram, daquele piquenique aonde ele lhe sussurrou a canção deles em seu ouvido, da noite em que entraram escondido e se amaram. Chega! Nada de recordações! Resolveu mudar de mesa, assim teria a visão do interior do café.
Fotos de filmes antigos. Capas de discos dos Beatles. Lembrou-se da primeira vez que ele a levou ali. O lugar tinha acabado de inaugurar e ele queria que ali fosse o canto deles. "O nosso canto". O primeiro eu te amo foi na mesa 5. Aquele dia em que ele olhou a morena que passava estavamos na mesa 10. E nossa única briga, na mesa 8.
Mas que merda! Não penso em outra coisa!
Se estava bom, por que terminou?
Pediu a conta, pagou e deixou o bar tranquilamente. Não mais pensou no assunto.
Elisa tinha dessas coisas.

PS: Alguém pode me ajudar? O haloscan não está contando os comentários direito! Alguém sabe como arruma isso?


Postado por Ane Talita às 11:39 AM |



 
segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

Um ano!



Primeiro aniversário do blog!

Tomara que venham muitos!

E para comemorar a data, um lay novinho!

(Helô, como sempre você arrasou bonita!)


Hoje eu queria deixar um beijo mais que especial pra Ju Clorado, que foi a primeira pessoa a comentar aqui! hahahaha

=)

E como hj é dia de beijo, deixo um bem grandão pra manax, senão ela fica com ciúmes!


Postado por Ane Talita às 10:44 AM |



 
segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Don-Juans!


Eles são uns amores...
Confesso que em toda minha vida só conheci (e conheço) um. Dos autênticos! O típico admirador da alma feminina...
Aquele que faz todas se sentirem muito especiais. É educado, sabe cozinhar e dançar.
Não é lindo, mas exala uma beleza atordoante. Em cinco minutos de conversa, você diz: Sim, eu caso!!!
Até aquelas não muito privilegiadas pela natureza têm seu ego massageado por ele...Um encanto!
Mas não se confundam. Existe muita imitação barata por aí. Dons-Juans e "pegadores" são coisas muito distintas!
O Don-Juan beija sua mão, já o pegador quer apertar sua bunda...
Quando encontrar um, aproveite...Só cuidado para não se apaixonar. Com já lhes alertei, ele é um admirador da alma feminina e não de uma moça específica.


Postado por Ane Talita às 7:17 PM |



 
sábado, 5 de janeiro de 2008

...



Naquele momento não me importo com mais nada.

O elo que nos une me torna corajosa, disposta a enfrentar a pior das batalhas.

O compasso dos nossos corações me faz querer viver mais e mais.

Meus olhos fechados me levam para o infinito e ali entendo e encontro Deus.

O teu calor transmitido para mim...Aquece todas as friezas que eu poderia pensar em cometer...

Leve. Intensa. Serena. Agitada. Feliz!

O teu abraço me deixa assim.


Para começar o ano falando de coisas boas!


Postado por Ane Talita às 10:34 PM |



perfil
Ane Talita,21 anos,futura cientista social,possui síndrome de Peter Pan,gosta da calma da praia,mas também gosta da cidade,gosta de sol,mas também gosta de chuva,se dá o direito de gostar de coisas contraditórias.Acredita que o mundo pode ser um lugar melhor e está fazendo a sua parte!


about
Penso com a pele. E uma vez que cansei de opor a razão a tudo, me falta o por quê do cerébro.


posts anteriores
Só um minutinho...
o que será que me dá?
Fechado.
Na sopa
?
morada.
(!)
!
mini-conto, 2 anos entre outras coisas
A primeira hora de 2009


arquivos
Janeiro 2007 Fevereiro 2007 Março 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Novembro 2008 Dezembro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Maio 2009 Julho 2009 Agosto 2009 Outubro 2009 Novembro 2009


outras estações
A Bailarina
Ácido Poético
Aruayê
A vida é cor de rosa
Baba Cósmika
Benjamin, Brecht e Antropologia Blônicas
Casa & Coisas & Tal
Chá de Tharântulas
Contos da Camaleoa
Conversa de Terapeuta
Despojo
Devaneios e Loucuras
Diz,Aline!
Do amor, Laico impropério
(Doenças)Crônicas
Drapetomania
Essência no Ar
Fina Flor
Fragmentos de Jô
Guria
Heteroglossias
Hialoplasma
Infinito Particular
Li du Surf
Mothel
Namastê
Nosensosociais
Nuvens no Varal
O Insólito Ululante
Pagina a Dois
Posta Restante
Relatos de Uma Guerra Pessoal
Sabe de uma coisa?
Surto Psicossomático
O Vestido Estampado
Xexelento's


"profissas"
Andréa Del Fuego
Antonio Prata
Bianca Rosolem
Bruna Beber
Cecília Giannetti
Clara Averbuck
Cléo Araújo
Índigo
Ivana Arruda Leite
João Paulo Cuenca
Marcelino Freire
Marcelo Montenegro
Mário Bortolotto
Mônica Montone
Rosana Hermann
Santiago Nazarian
Tati Bernardi
Xico Sá


design
Layout por Helô Moreira